A CASA DO TAMBOR HOJE, ONTEM E AMANHà             parceria cultural

Criada no ano de 2010, A Casa do Tambor se fortalece cada vez mais como Espaço de Arte na Praia do Laranjal, Pelotas/RS. Foi depois de uma viagem pelo Brasil (2013/2014), passando por todos os estados da Federação com o grupo de pesquisa “Alabê Ôni”, que Kako Xavier resolveu firmar a Casa do Tambor como reduto dos tambores que representam diferentes manifestações negras no Rio Grande do Sul.

A partir de 2015, o Espaço se fortaleceu e ganhou o envolvimento da comunidade do bairro, ações com a artista espanhola Maria Elvira, no processo de construção ideológica, cultural e pessoal, firmaram a Casa do Tambor no cenário cultural de Pelotas/RS.

 

Em 2016 A Casa do Tambor foi abençoada pela Comitiva da Irmandade dos Quiquimbís, de Mostardas/RS, grupo devoto de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, tendo como destaque a presença da Rainha, do Rei de Congo e o grupo de Teatro da Escola Onze de Abril, com seus alunos e professores. O grupo esteve na Casa do Tambor com 24 integrantes. 

No final de 2016, Kako começou a formar o Bloco Tamborada, grupo cultural de incentivadores, curadores e parceiros, para realização de diversas ações. A Construção dos Tambores Artesanais destacou a Casa do Tambor como espaço de recuperação da história do povo negro do sul, trazendo para os dias de hoje o costume de se tocar semanalmente os Tambores.

Kako Xavier fazia as oficinas e a construção do Tambor Praieiro e ao mesmo tempo foram construídos na Casa os primeiros 04 exemplares dos Tambores de Sopapo, atualmente confeccionados no Atelier Tom Jobim, por Maurício Polidori e Rogério Gutierres. Hoje chegamos a marca de mais de 50 exemplares de tambores artesanais, em plena atividade no Bloco Tamborada.    

De 2017 pra cá, foram inúmeras as visitas e atividades desenvolvidas pela Casa do Tambor. Destacamos a visita de mais de 20 escolas da rede pública para oficinas oferecidas por Kako Xavier para alunos, professores e moradores do bairro Laranjal. O Espaço tem nas paredes, bastante da nossa história, também homenagem continuada aos Mestres Griôs, Dona Sirley Amaro, Giba Giba, Mestre Batista e Dilermando Freitas.

 

Nos orgulhamos em realizar atividades com a presença dos artistas, destacamos os Africanos, Sizaquel Mathombe (Moçambique), Ìdòwú Akínrúlí (Nígéria), Chartwill Dutiro (Zimbabwe), Regino Matimbe (Moçambique) e Loua Pacom (Costa do Marfim). De braços e ensaios abertos da Tamborada, a Casa do Tambor registrou a presença de grandes nomes da nossa música como; Coco do Zambê, Leandro Maia, Tribo Maçambiqueira, Gilberto Oliveira, Zingado, Juliano Guerra, Zé do Samba, As Três Marias, Cardo Peixoto, Marquinho Brasil, Sulimar Rass, Myro Rizoma, Paulo Gaiger, entre outros, passaram pelo nosso palco.

Em 2018 e 2019, o Espaço foi realizando seus próprios projetos e encontros como o "Mostrança", África no Sul", "Virada Cultural", "Moz Brazil" e o F I L - Festival Instrumental Laranjal.

 

Em 2020, A Casa do Tambor se reinventou durante a pandemia realizando o Tamborada em Quarentena, abrindo as portas para o Projeto "Salve Arte Festival", registrando e exibindo no formato de um programa de Web TV o Festival Virtual que contemplou 224 espetáculos de diferentes linguagens artísticas.

 

O Salve Arte Festival foi contemplado no edital 09/2020 da lei Aldir Blanc e contou com recursos do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e da SEDAC RS. Foi apresentado de janeiro a junho de 2021 e esta ação agitou a cena da arte da Zona Sul de RS e através do canal do Youtube "salveartefestival", ofereceu durante a pandemia a arte de artistas de 10 cidades da zona sul, 12 estados brasileiros e 09 países.

A Casa do Tambor Virtual também apresentou inúmeras "lives" do artista Kako Xavier e a Tamborada, com uma equipe de Produção e Técnica muito elogiada.

 

Atualmente tem acontecido os ensaios abertos do novo show do artista Kako Xavier, aulas de tambor praieiro e tambor de sopapo e o reencontro da Tamboradinha, continuando sua caminhada como um Espaço de Arte no bairro Praia do Laranjal, na cidade de Pelotas/RS.

Localizada na rua São Leopoldo, 243, tem fácil acesso e muitas atividades artísticas, culturais e sociais. 

VISITE AS REDES DA CASA DO TAMBOR >

UM POUCO MAIS - PRIMEIROS PASSOS

 

Ainda com as portas fechadas para o público, tivemos a gravação do CD Procurado Vulgo - 25 anos (Banda de Rock de Pelotas/RS, 2011), depois a Pré Produção do DVD Alabê Ôni (Grupo de pesquisa de POA/RS, 2012). Em 2015 fizemos a abertura da Casa do Tambor com encontro de professores da rede pública com apresentação da Cultura da Nigéria (AFR) e dos Maçambiques (Osório/RS). e a recepção da Comitiva dos Quiqumbís de Mostardas/RS. 

OFICINAS 

Construção do Tambor Praieiro, Meio Ambiente (com Mauricio Polidori e Antonio Soler, Pelotas/RS), Candombe (com Guillermo Ceballos, Montevidéu/UY), Arte em Bloco (06 edições de Oficinas variadas com integrantes da Tamborada, Pelotas/RS), Turbantes e Bonecas Abayomi (com Lidiane Rodrigues e Dona Sirley Amaro, Griô de Pelotas/RS), Olho de Sogra (para deficientes visuais do RJ), Carimbos (com Mariana Heineck e Fernanda Tomiello, Pelotas/RS), Pandeiro (com Edu Pandeiro, Santa Maria/RS), Summer School ( para alunos da Bath Spa University/ENG), Caminho Marinho (Rio Grande/RS). 

EDUCAÇÃO  

Visitas de Escolas da Rede Pública e Particular (Algumas oficinas mais de uma vez), Escola Municipal Padre Anchieta, Escola Municipal Francisco Barreto, Escola Municipal Balbino Mascarenhas, Escola Estadual Getúlio Vargas (Pedro Osório/RS), Escola Municipal Machado de Assis, CRAS Capão do Leão, Escola Estadual Onze de Abril (Mostardas), Escola Hipólito Ribeiro (Pinheiro Machado), Escola Particular Mário Quintana, Colégio Municipal Pelotense, Escola Municipal Erasmo Braga (Colônia Santo Antonio), entre outras.

EVENTOS

Festival Mostrança (Mostra de Dança), Peças Teatrais, Tambor Mãe (Maputo/AFR), Almoço da Virada Cultural (Cidade do Tambor de Sopapo), Debate com os povos originários -Comunidade Kaigang Gyró, Encontro Negros do Sul (Zimbabwe/AFR), MOZBrasil (Moçambique/AFR), Projeto Temáticas (Tambores e Boleros, África no Sul) e F I L - Festival Instrumental Laranjal.

ATIVIDADES TAMBORADA

 

Gravação do CD Agora Somos Nós - Kako Xavier e a Tamborada Ensaios do Projeto Tamborada e Festas do Bloco Tamborada Aulas de Tambores Praieiros e Tambores de Sopapo Construção de Tambores e Apresentações Musicais.

logo osirnet.jpeg
logo rádio com.jpeg