Canjinjin, a escolha do público



Moenda da Canção, que final de semana foi esse ? O brilho no olho de cada um na foto revela que estávamos em paz e felizes pelo encontro proporcionado pela arte. Pra variar o Pedro Reis e a Neuza Reis estavam lá, reunidos com a Raffaela Reis e um monte de gente buena. Teve Canjinjin na Moenda, uma bebida que embriagou a nossa querida Santo Antonio da Patrulha, em forma de música nova, com o velho amigo Ivo Ladislau Janicsek e o novo parceiro Martim César, o público a escolheu e nós escolhems tocar para o público, sempre. Sempre falei que gosto de mostras, não de campeonatos, mas os respeito e admiro vários colegas, matando a pau no palco. Que Moenda, mando por aqui um baita abraço pro novo presidente, Nilton Júnior Silveira, extremamente competente, conseguiu juntar uma turma da pesada e fazer um grande festival, me lembrou os primeiros que fui (Oitava edição/1994). O Régis Martirena Dos Santos da Silva estava lá, sempre amigo, acompanhando e vibrando com as andanças, junto à Márcia, nos cuidaram, ele me presenteou com a sua companhia e "errou" de novo no churras kkkkkk A Mari Neuwald, minha namorada gata parceira, conheceu a Moenda, viu que eu não estava exagerando e registrou tudo. Me despeço do textão agradecendo a turma, xs craques Gabriel Soares, Alinson Alaniz Estela Delanoy Polidori, Desirée Salles e @ManchinhaGaiteiro, foi lindo nosso palco, e toda a Nação Tamborada que ficou sintonizada torcendo pelo nosso Canjinjin.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo